Photoshop CS3 / Illustrator / InDesign CS3 / Acrobat 7.0

Photoshop CS3 / Illustrator / InDesign CS3 / Acrobat 7.0

Veja abaixo os tópicos abordados:

  • Photoshop CS3
    – Preparando para Vetorizar (transformar de bitmap para vetor)
    – Smart Objects
    – Blend if e Camada de Ajuste
    – Aplicar um gradiente no Smart Object
  • Illustrator
    – Vetorizar imagens
    – Padrão de linhas
  • InDesign CS3
    – Trabalhando com arquivos no InDesign
    – Texto vazado
    – Exportação para PDF
  • Acrobat 7.0
    – Output Preview

Downloads

Imagem do tutorial

Preparando para Vetorizar (transformar de bitmap para vetor)

Preparar a imagem para vetorização no Illustrator.

Abra a imagem “tree.jpg” (baixe aqui a imagem utilizada no tutorial) e escolha entre os canais (RGB) da imagem, aquele que possui melhor contraste entre figura e fundo. Habilite este canal, em nosso exemplo o escolhido foi canal Blue (que corresponde ao Amarelo do CMYK).

Arraste esse canal para o ícone de Novo Canal, na Paleta Canais (Channel). Dessa forma, vamos criar um Canal Alpha. Renomeie este canal com o nome de Máscara

Ajustar o contraste para definir a Máscara.

Através da ferramenta Níveis (Levels) aumente o contraste até obter um resultado como na imagem abaixo. Assim criamos uma Máscara (máscaras são canais, com cores chapadas – preto e branco, com a finalidade de facilitar a seleção dos elementos numa determinada imagem. São conhecidos como Canais Alpha).

Salvar a Máscara como arquivo.

Aqui, nossa intenção é vetorizar a imagem da árvore, por isso a transformamos numa máscara. Clique sobre o canal da máscara e selecione esse canal (Ctrl + A), em seguida o copie (Ctrl + C). Então, mude para a Paleta Camadas (Layers) e crie uma Nova Camada (Layer 1). Nessa Nova Camada cole o canal da máscara já produzido (Ctrl+V).

Smart Objects

Retornando o objeto vetorial ao Photoshop.

Após ter utilizado o recurso Live Trace no Illustrator, o vetor é inserido no arquivo de Photoshop pelo processo de Copy & Paste.

Escolha como trabalhar o objeto vetorial

Nesse comando o Photoshop exibe a tela abaixo com quatro opções: Smart Objects – Pixels – Path – Shape Layers. Escolha Smart Objects.

Realize transformações com total liberdade

Agora é possível realizar transformações de escalonamento sem danificar a imagem, pois sua característica
vetorial será preservada.

Retornando ao arquivo nativo

Escolhendo a opção Edit Contents, nossa árvore retorna ao Illustrator para edição. No Photoshop CS3 poucas funcionalidades ficam desabilitadas em modo Smart Object. O novo recurso Smart Filters permite a aplicação e edição da maioria dos filtros.

Acima, opções do Smart Objects no Menu Layer > Smart Objects. Dentre os recursos é possível editar o arquivo no aplicativo nativo, seja Illustrator ou mesmo no Photoshop. Exportar e trocar o conteúdo do Smart Object.

O que são Smart Objects

Smart Objects são camadas que contém informações de imagens bitmaps ou vetoriais, tal como arquivos de Photoshop ou Illustrator respectivamente. O diferencial do Smart Objects é a capacidade de incorporar os dados originais do arquivo, o que permite edições não-destrutivas na imagem, como escalonamentos.

Há diferentes maneiras de se criar um Smart Object: usando o comando Open As Smart Object; importando um arquivo pelo comando Place; colando arquivos do Illustrator; convertendo uma ou várias camadas do Photoshop para Smart Object.

Com Smart Object você pode:

  • Realizar edições não-destrutivas. Escalonar, rotacionar, envelopar (warp) arquivos sem alterar os dados originais do arquivo. (apenas as opções de distorcer e perspectiva não 6 estão habilitadas para Smart Objects).
  • Trabalhar no Photoshop com arquivos vetoriais criados em programas de ilustração.
  • Aplicar filtros de forma não-destrutiva. No CS3 através do recurso Smart Filters é possível editar um filtro a qualquer momento.
  • Editar externamente um Smart Object e automaticamente atualizar o arquivo no Photoshop.

Blend if e Camada de Ajuste

Eliminar o fundo branco do Smart Object. Para eliminar o fundo da camada Smart Object poderíamos alterar o Modo de Mistura (Blend Mode) para Multiply, porém esse recurso também altera a imagem da árvore, que iremos colorir mais adiante. Outra opção seria importar para o Illustrator uma imagem já com fundo transparente, dessa forma, o objeto vetorizado já estaria com fundo transparente neste momento.

Minha intenção aqui é demonstrar um processo pouco utilizado para realizar fusões e mesclagens: Blend If. Clique duas vezes sobre a camada Smart Object na Paleta Camadas, para acessar o quadro Layer Style, conforme a figura abaixo:

Nesse quadro de diálogo utilize as duas barras de gradiente para mesclar áreas claras, intermediárias e escuras entre duas camadas. Em nosso exemplo, alterei o campo This Layer – que representa a camada ativa – movendo o slider branco para a esquerda e assim eliminado as áreas claras dessa imagem. Mantenha o ALT pressionado para dividir o slider e assim, obter suvidade na transição para a transparência. Observe abaixo o resultado final.

Criando um fundo para o Smart Object

Na Paleta Camadas (Layers) crie uma Nova Camada, abaixo da camada Smart Object e preencha com: 80% Ciano – 0% Magenta – 50% Amarelo – 20% preto.

Alterar o contraste do fundo. Ainda na Paleta Camadas (Layers), clique no ícone de Camada de Ajuste (Adjustment Layers) e escolha a opção Curvas (Curves). Altere a curva de forma que o fundo fique mais claro.

Aplicar profundidade com a Máscara de Camada

Agora observe que a Camada de Ajuste traz uma Máscara de Camada (Layer Mask). Dê um clique sobre a Máscara de Camada e habilite a ferramenta de Seleção Circular. A seguir, crie um circulo do tamanho da imagem e escolha Menu > Select > Inverse (Shift + Ctrl + I). Após inverter a seleção, preencha esta área com preto.

Suavizar a máscara com Filtro Blur

Ainda na Máscara de Camada, aplique o filtro, no Menu Filter > Blur > Gaussian Blur, com um valor médio de – 35 pixels (para imagens com 300dpi).

Abaixo resultado final dessa etapa. Perceba o efeito suave de luminosidade aplicado ao fundo, que ganha em volume e destaque.

Aplicar um gradiente no Smart Object

Criar o gradiente. Crie uma Nova Camada, acima da camada de Smart Object. Habilite a ferramenta Gradiente, na Barra de ferramentas e configure as cores do gradiente, conforme a figura abaixo.

Aplicar o gradiente

Configure na barra de propriedades o gradiente como Radial, Mode – Normal e Opacity – 100%. Arraste com a ferramenta Gradiente ativa, a partir da base da árvore até o topo, para formar um gradiente similar a figura abaixo.

Exibir o gradiente através da camada Smart Object

Agora precisamos “mesclar” a camada gradiente com o desenho do Smart Object. Aqui utilizo o recurso de Clipping Mask. Ative a camada gradiente e escolha Menu > Layer > Create Clipping Mask (Alt + Ctrl + G).
NOTA: Observe que a camada Smart Object está com o fundo transparente, apenas camadas com fundo transparente podem realizar o mascaramento com o Clipping Mask.

O recurso Blend If utilizado na etapa anterior NÃO elimina o fundo da imagem, apenas o deixa transparente. Escolha a opção Edit Contents no Menu Layer > Smart Objects e retire o fundo branco no Illustrator.

Salvar em formato .EPS. Para importar esse arquivo no InDesign e preservar a característica vetorial do Smart Object é necessário salvar o arquivo em formato .EPS.

Vetorizar imagens

Vetorização. O recurso Live Trace, Menu Object > Live Trace, permite transformar imagens bitmaps (compostas por pixels e dependentes de resolução) em imagens vetoriais (compostas por traços, que são independentes de resolução).

De funcionamento simples e preciso, consegue excelentes resultados em especial com imagens chapadas, como em nosso exemplo. Importe a imagem “tree.tif” trabalhada no Photoshop, pelo comando Menu File > Place. Selecione a imagem e clique na opção Live Trace na barra de propriedades.

Ajustes da Ferramenta Live Trace

Em seguida, escolha Object>Live Trace>Tracing Options e repita os ajustes da figura abaixo para um melhor resultado.

Configura as preferências

Após ter finalizado o processo de vetorização ajuste no Menu Edit > Preferenes > File Handling & Clipboard, as opções para garantir a compatibilidade entre o Illustrator e Photoshop.

Assegure-se de manter habilitado no campo Copy As, as opções PDF e AICB, conforme a figura acima.

Illustrator

Padrão de linhas

Ferramenta Pen (Caneta). Desenhe com a Ferramenta Pen, duas linhas separadas conforme a figura abaixo.

Ferramenta Blend

Através da Ferramenta Blend, clique em cada uma das linhas. Aplique um clique duplo sobre o ícone da ferramenta e configura as opções de distancia e quantidade de linhas na transição.

Nesse campo Specified Steps determine o número de linhas dentro do padrão e no campo Specidied Distance a distância entre elas.

Utilize o comando Copy&Paste para levar ao InDesign qualquer elemento do Illustrator, mantendo ativos todos os campos de edição. Selecione o padrão de linhas criado, copie e cole no InDesign.

InDesign CS3

Trabalhando com arquivos no InDesign

Copy&Paste entre Illustrator e InDesign. Utilize o comando Copy&Paste para trazer arquivos do Illustrator para o InDesign. Abaixo, padrão de linhas criado no Illustrator e inserido no InDesign, mantendo total capacidade de edição.

Comando Place (Ctrl +D) para importar imagens do Photoshop. Insira o arquivo “tree.eps” no InDesign pelo Menu File > Place. Experimente selecionar várias imagens pelo comando Place. Agora na versão CS3 é possivel importar várias imagens numa só operação.

Texto vazado

1. Este recurso permite alterar o cor texto, conforme a cor do objeto por detrás. Inicie habilitando o Overprint Preview, localizado no Menu View. Precisamos trabalhar nesse modo de visualização para asseguraro resultado do efeito.

2. Crie uma caixa de texto e digite um um texto qualquer. Em nosso exemplo digitei “Ecologia 2008”.

3. Crie uma nova amostra para a cor preta. Nomeie essa cor como “preto comum”, por exemplo. Não utilize a amostra que aparece entre colchetes na Paleta de Amostras (Swatches).

Em seguida aplique a amostra “preto comum” no texto digitado.

O segredo está nos Blend Modes (modos de mistura). Mude o modo de mistura da caixa de texto para Lighten, pela Paleta Effects (Paleta Transparency, no InDesign CS2).

Veja abaixo o resultado final.

Exportação para PDF

1. Finalizar para PDF. Agora podemos enviar nosso trabalho para impressão.
Converse com seu fornecedor gráfico sobre a melhor forma de finalizar seu documento. Uma boa opção é exportar diratamente do InDesign para o formato .PDF. Escolha o formato PDF pelo Menu File > Export.

Se possivel peça ao seu fornecedor que envie as configurações do Acrobat Distiller – Job Options, assim a conversão para PDF será realizada dentro dos parâmetros reconhecidos pela gráfica. Aqui, sugiro o perfil High Quality Print.

Acrobat 7.0

Output Preview

1. Visualize as separações de cor do arquivo. Importante recurso para descobrir falhas na construção do documento. Localizado no Menu Tools > Print Productions > Output Preview esse comando, entre outros recursos, permite:

  • Visualizar os canais do arquivo em separado
  • Informações de porcentagem de retícula.
  • Visualizar áreas do documento com execesso de tinta (além do limite máximo suportado pelo suporte de impressão – papel, plástico, tecido, etc.).
  • Identificar áreas com preto aplicado nas 4 cores (CMYK).
  • Identificar áreas em overprint (impressão sobreposta).


Assine nosso informativo e receba notícias sobre cursos, promoções e artigos especiais da dualpixel

COMPARTILHAR:
, , ,

Redação Dualpixel

Monitoramos o que há de mais relevante sobre midia impressa e digital para te manter informado.

Deixe uma resposta