Venda de tablets mais que triplica no Brasil

O mercado brasileiro de tablets – e, consequentemente, de produtos ligados aos gadgets – está, definitivamente, em efervescência. Uma pesquisa divulgada pela consultoria GfK revelou que, entre janeiro e agosto de 2012, houve um aumento de 267% nas vendas do produto quando comparado ao mesmo período do ano passado, de acordo com reportagem divulgada no Estadão.

O surgimento de modelos com preços mais baixos somado à demanda dos usuários – cada vez mais atraídos pela portabilidade proporcionada ao equipamento – são os principais fatores que explicam o aumento. O próprio iPad 2 (16 gigabytes, Wi-Fi), referência no setor, chegou a custar em torno de R$ 2 mil e, hoje, pode ser encontrado por R$ 1.300. Mas mais que isso, há várias opções de qualidade com preços mais em conta. É o caso do Samsung Galaxy Tab 2, de 8 GB e com Wi-Fi, com preço médio de R$ 700, ou o Ypy, da Positivo, com especificações e preços iguais. O levantamento da GfK (feito em agosto) conclui que o preço médio de um tablet é de R$ 968.

Os clientes brasileiros parecem não se importar muito com o 3G – provavelmente, pela “qualidade” da rede nacional. Tanto que os tablets apenas com Wi-Fi são os mais vendidos. A pesquisa também mostra que os modelos de 7 polegadas – que correspondem a metade das ventas no país. A estimativa é de que mais 2,6 milhões serão vendidos até o fim deste ano e, em 2013, espera-se alcançar a marca de 5,4 milhões de unidades – número que inclui os tablets adquiridos por empresas, universidades públicas e privadas.

Tudo isso enquanto a gigante Amazon está prestes a desembarcar no Brasil. A notícia mais recente é de que isso acontecerá em dezembro. Segundo matéria do jornal O Globo, a multinacional do e-commerce está para fechar acordos com a distribuidora de livros digitais DLD, que engloba as editoras Rocco, Sextante, Objetiva e Record. A livraria venderá no Brasil seu leitor Kindle e títulos de ebooks (num catálogo de cerca de 10 mil títulos). Em seu site oficial, constam 15 vagas de trabalho em São Paulo.

Não se sabe, porém, até que ponto a informação procede – tendo em vista que a chegada da Amazon foi anunciada dezenas vezes para todos os meses de 2012. Certo, porém, é que cedo ou tarde isto irá acontecer.

COMPARTILHAR:
, , , , , , , , , , , , , , , ,

Redação Dualpixel

Monitoramos o que há de mais relevante sobre midia impressa e digital para te manter informado.

Deixe uma resposta