Ebook usado é o futuro?

Será que a venda de ebooks usados seria uma boa ideia? Você compraria um livro digital de segunda mão? Se pensarmos que conteúdo digital não tem data de validade e que bits não estragam com o tempo, o mercado de ebooks usados pode prosperar.

A Apple e a Amazon acreditam nisso, pois as duas empresas já registraram recentemente seus pedidos de patentes para começar a revenda de ebooks, músicas e outros tipos de conteúdos. Elas querem transformar as plataformas digitais em famosos sebos em que estes arquivos sejam reciclados e transmitidos entre as pessoas.

Livros impressos x digitais

Porém, as duas enfrentam sérias críticas dos autores que acreditam na queda da venda de conteúdos novos, pois o preço da revenda de arquivos digitais de segunda mão é bem menor. Já os utilizadores estão adorando a ideia, pois ao contrário dos livros tradicionais, os livros digitais não estão sujeitos a desgastes físicos.

Não dá para afirmar quem vai se beneficiar com essa briga. A polêmica em torno do assunto, ainda, está sendo discutida na Justiça que, hoje, entende que não é crime um usuário vender o que ele mesmo comprou. O que está em questão é se isso, também, vai valer para conteúdos digitais.

No caso da Amazon, ela vai permitir que proprietários de livros adquiridos na sua plataforma possam revendê-los apenas uma vez. O modelo de operação da tecnologia baseia-se na cópia de um dispositivo para outro e extinção do primeiro.

Será que um dia vamos ver sebos online de ebooks usados? Bem, a controvérsia está lançada e já foi colocada em causa a possibilidade de se realizar. As duas gigantes do mercado citadas acima só dependem agora de uma decisão judicial que deve se tornar jurisprudência para outros casos e possibilitar a formação de um novo mercado.

 

 

Assine nosso informativo e receba notícias sobre cursos, promoções e artigos especiais da dualpixel

COMPARTILHAR:
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

Redação Dualpixel

Monitoramos o que há de mais relevante sobre midia impressa e digital para te manter informado.

0 comments

Deixe uma resposta