Discussões e conclusões sadias no InovaEduca 3.0

Educação 3.0.

InovaEduca 3.0, ou simplesmente, InovaEduca. Atualmente, esse é um dos eventos mais promissores de tecnologia na área da Educação. Inclusive, em sua última edição no início do mês de março na cidade de Recife, mais de 480 pessoas participaram do evento.

Plateia no InovaEduca3.0 com mais de 606 pessoas envolvidas
Plateia no InovaEduca3.0 com mais de 606 pessoas envolvidas

Além disso, compareceram 35 palestrantes, 21 jornalistas, 35 equipes patrocinadoras e 43 equipes de produção, dando um total de 606 pessoas envolvidas. Na web, as estatísticas foram ainda melhor, o InovaEduca 3.0 conseguiu alcançar 21.161 acessos únicos no site em apenas quatro meses e 6.667 curtidas pelo facebook. Com todos esses números, não há quem duvide que o evento foi um sucesso.

Mas, o mais importante é que o InovaEduca 3.0 conseguiu atingir seu objetivo principal que foi de mostrar diversas experiências de educadores que usam a tecnologia como facilitador dos processos de ensino e aprendizado.

Alinhados com esse propósito, a Dualpixel participou ativamente do evento expondo as mais recentes soluções em produção de conteúdo interativo para tablets, smartphones e desktop. Como especialista em publicação digital, apresentamos algumas das funcionalidades do Adobe Muse, animações em HTML5 com Adobe Edge, produção de aplicativos e eBooks/ePUB a partir do InDesign, entre outros cursos sobre a Creative Suite 6, da Adobe.

Discussões sadias

 

Sobre o conteúdo discutido no evento, parece que muitos educadores estão de acordo: o Sistema Educacional precisa ser revisto. Romero Tori, Doutor e livre docente em tecnologias interativas pela USP, foi incisivo ao afirmar que o professor é quem deve adaptar-se a essa nova realidade. “Adapte-se à nova realidade de seus alunos em vez de tentar adaptá-los à sua”.

Igualmente, Gil Giardelli, professor nos cursos de Pós-graduação e MBA no Miami Ad School e do CIC na ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing -, aconselhou os educadores a mudarem suas posturas dentro das salas de aula. “Ao planejar seu aprendizado em 2013, mude sua postura na sala de aula, seja simultaneamente um contestador, um pesquisador e um educador”, ele fala.

Já Jim Lengel, professor na Hunter College na Universidade de Nova York e consultor em organizações de todo o mundo sobre a aplicação de novas tecnologias ao ensino e aprendizagem, defendeu que na educação 3.0 os alunos usam as novas tecnologias, mas elas não podem ser o centro de nossa atenção. “A tecnologia permite muitas coisas e ajuda a trabalhar mais rápido, mas não é um fim em si”, afirma.

Conclusões sadias

Público presente no InovaEduca3.0
Visão geral do público presente no InovaEduca3.0

Depois dessas trocas de ideias, lembramos-nos de alguns posts anteriores que fizemos aqui no pixelblog sobre educação e tecnologia. Pensamos na mesma hora no professor José Carlos Antônio, físico, professor e consultor de EAD, que fez um comentário importantíssimo para a educação no Brasil.

“De fato, os mobiles atrapalham mesmo a Educação que temos hoje nas escolas, e isso é uma grande e inegável verdade, porém, também é uma grande vitória! Atrapalhar um sistema educacional falido e decadente é um ato de heroísmo entremeio a uma batalha épica entre o novo que está brotando e o ultrapassado que está definhando”.

Não podemos negar que as tecnologias fazem parte cada vez mais da vida dos estudantes. Curtir, compartilhar, dividir arquivos e discutir abertamente sobre qualquer assunto é uma realidade que os alunos já participam, e é necessário que os educadores conheçam esse cenário e saibam utilizar tais recursos a favor da educação.

O InovaEduca 3.0 somente fomentou a discussão. De acordo com Felipe Santos, fundador da Dualpixel e instrutor parceiro da Adobe através das certificações Adobe Certified ExpertAdobe Certified Instructor, o evento marcou os extremos do cenário educacional: em uma ponta, dispositivos e recursos tecnológicos formando um conjunto ainda não muito entrosado de soluções, e do outro lado, professores e profissionais da área editorial buscando entender o que está acontecendo num setor estagnado há décadas.

“Precisamos ligar esses dois extremos através de modelos de distribuição mais flexíveis, formatos e recursos multiplataformas, além de ferramentas mais amigáveis de produção de conteúdo rico para aplicações educacionais que agreguem real valor na sala de aula. Somente com a troca de experiências e aplicação prática das novas tecnologias, iremos reduzir a distância entre essas duas pontas e o InovaEduca foi um importante passo nesse sentido”, finaliza.

 

 

Assine nosso informativo e receba notícias sobre cursos, promoções e artigos especiais da dualpixel

COMPARTILHAR:
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

Redação Dualpixel

Monitoramos o que há de mais relevante sobre midia impressa e digital para te manter informado.

Deixe uma resposta